Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado - PMDI

O Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado - PMDI de Minas Gerais estabelece as principais diretrizes de longo prazo para a atuação do governo estadual, funcionando como uma alavanca para fazer de Minas Gerais um Estado para todos.

Sob a coordenação da equipe da Seplag e da Fundação João Pinheiro, o PMDI 2016-2027 foi revisto em 2015, com o apoio de mais de 500 representantes do governo e pautado nas colaborações de mais de 25.000 pessoas que compareceram aos eventos dos Fóruns Regionais. Os Fóruns Regionais, no âmbito social, objetivam incentivar a participação popular, ouvindo as demandas da população em todo o Estado. Na economia, devem estimular as cadeias produtivas, que serão diversificadas e potencializadas seguindo a vocação natural de cada região.

 

 

O PMDI 2016-2027 visa, sobretudo, promover um modelo de desenvolvimento socioeconômico sustentável para Minas Gerais, integrado e tecnológico, reduzindo as desigualdades regionais. Para isso, tem como premissa a participação baseada na interlocução entre governo e sociedade civil. Ouvir para governar é o princípio democrático que norteia as ações do atual governo. 

O plano é estruturado em 6 eixos estratégicos e 15 áreas de governo e articulado com outros instrumentos criados para organizar programaticamente a atuação do Estado, como o Plano Plurianual de Ação Governamental - PPAG, Diretrizes Orçamentárias - LDO e a Lei de Orçamento Anual - LOA, irá orientar as ações setoriais de curto prazo dos órgãos e entidades, promovendo sinergia entre as várias políticas públicas.

 

PMDI 2016-2027 - Eixos e Dimensões
PMDI 2016-2027 - Eixos e Dimensões

 

 

PMDI 2016-2027:

 

 

PMDI anteriores: